• Revista Vega

Economista analisa cenário para calçadistas


O Locanda Hotel, em Novo Hamburgo/RS, foi palco para mais uma edição do evento Análise de Cenários. Promovido pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) e o Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), o evento foi conduzido pelo economisa Marcos Lélis durante a noite de ontem, dia 13 de outubro.

Na oportunidade, o economista ressaltou que o ciclo de baixo crescimento da economia mundial teve inicio com a desaceleração da China a partir de 2010 e, consequentemente, a menor demanda por commodities. “Os ajustes que estão sendo discutidos agora deveriam ter começado há muito tempo, antes da desvalorização brusca dos produtos básicos. Quando a crise da China finalmente chegou ao Brasil, em 2014, pegou um país com as contas todas desorganizadas”, apontou.

Segundo ele, a economia mundial ensaia uma estabilização, com a China tendo encontrado o ponto de equilíbrio na sua taxa de crescimento, na casa de 6%. “No Brasil, existe uma questão política e econômica. Primeiramente, é preciso que a demanda interna volte, o que será impossível com uma taxa de juros real que está entre as mais altas do mundo”, comentou. Para o economista, o Brasil caiu na armadilha do câmbio baixo e dos juros elevados como forma de conter a inflação . “A nossa inflação não é de demanda, então isso perde o sentido. Estamos fazendo com que a saída, que se dá pelo aumento das demanda interna, caia ainda mais, sem créditos e com juros elevadíssimos”, ressaltou. Para Lélis, a saída seria flexibilizar a meta da inflação, abrindo espaço para uma taxa de juros menor, possibilitando o aumento da demanda.

O evento Análise de Cenários teve o apoio da Associação Brasileira das Indústrias de Artefatos de Couro e Artigos de Viagem (Abiacav), Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos para os Setores do Couro, Calçados e Afins (Abrameq) e Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefato (IBTeC).


9 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

© 2020 Revista Vega