• Revista Vega

Pacific Shoes é a primeira indústria de calçados a receber certificação ABVTEX pelo projeto com Sebr


Depois de um ano de trabalho, a Pacific Shoes, de Sapiranga/RS, fabricante da grife de calçados femininos Guilhermina, tornou-se a primeira empresa do projeto Indústria na Moda - ABVTEX criado pelo Sebrae RS a receber a certificação do Programa de Qualificação de Fornecedores para o Varejo desenvolvido pela Associação Brasileira do Varejo Têxtil – ABVTEX.

Pacific Shoes é a primeira de um total de 30 empresas da cadeia calçadista que estão participando da ação, implementada no Rio Grande do Sul pelo Sebrae. O Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos – IBTeC – é o parceiro do Sebrae na sua execução, por meio de oficinas e consultorias para auxiliar as empresas a adequarem seus sistemas às exigências da ABVTEX.

O Selo ABVTEX tem por objetivo aplicar uma qualificação única que permita aos varejistas desenvolver, monitorar e apoiar seus fornecedores e subcontratados quanto ao cumprimento dos aspectos ligados à responsabilidade social e relações de trabalho, segundo definição da própria ABVTEX. Com validade de um ano, a partir da data da aprovação em auditoria, o certificado é a garantia de que a empresa busca atender os preceitos básicos de implementação de soluções e ações na área de responsabilidade social, e que ofereçam aos seus colaboradores condições de trabalho que denotem a preocupação com sua segurança e bem-estar. Para receber a certificação, a indústria precisa comprovar que cobra de seus fornecedores a implantação de sistemas semelhantes.

A gestora do projeto no Sebrae, Carolina Rostirolla, afirma que a meta da instituição é certificar até dezembro as 30 indústrias do setor que estão participando no projeto.

O presidente executivo do IBTeC, Paulo Griebeler, lembra que “os consumidores brasileiros estão cada vez mais conscientes, e estão exigindo das marcas a comprovação através de certificações, de que elas atendem premissas básicas em áreas como sustentabilidade, responsabilidade social e preocupação com o ambiente de trabalho, aspectos contemplados pelo Programa da ABVTEX”.

O CASE PACIFIC SHOES – GUILHERMINA

A CEO da Pacific Shoes, Maristela Beckerhübner, afirma que a empresa, especializada em calçados de alto valor agregado, já vinha sentindo a cobrança de parte de seus clientes, “especialmente no varejo de São Paulo”. A expectativa da direção da empresa “ é que com esta ação, tenhamos o reconhecimento do mercado varejista como uma marca que busca qualidade, luxo, acabamento, com foco na sustentabilidade e no bem-estar de nossos colaboradores”. Maristela registra a satisfação com o nível de aprovação – a Pacific Shoes emplacou 95 de 100 pontos possíveis na avaliação, recebendo aprovação com louvor.

Os benefícios internos com a participação no programa são muitos, avalia Maristela. Ela credita à certificação “principalmente a formalização de práticas que já faziam parte do cotidiano da empresa. Ela cita como exemplo o Código de Ética, que agora está documentado. A CEO da Pacific Shoes afirma que “algumas melhorias, em áreas que ainda não estávamos praticando o que é preconizado pela ABVTEX. Entre as novidades está a climatização de toda a área de produção.

O resultado dos investimentos para o Selo ABVTEX “é que estamos capacitados para fornecer para todas as grandes redes nacionais de varejos, independentemente do público ao qual elas se dedicam. Além disso, vem crescendo o número de empresas solicitando o Selo ABVTEX”, afirma a diretora.

Produzindo sapatos femininos de alta qualidade, com design exclusivo e grande preocupação com o conforto, Guilhermina é uma grife reconhecida por fashionistas do mundo todo. A empresa destina hoje em torno de 85% de sua produção para exportações, vendendo sua marca para Itália, Suíça, Áustria, Espanha, França, Reino Unido, África do Sul, Emirados Árabes, Canadá. Estados Unidos e Paraguai.


37 visualizações

© 2020 Revista Vega