© 2017 Revista Vega - Rua Argante Betarello, 99 - Vila Duque de Caxias - Franca/SP - CEP 14.403-720 - (16) 3720-5946       |        Site criado por FH Chagas

Procure por Tag:
Please reload

Em destaque:

Vega TV - Fórum da Mulher Empreendedora ACIF

April 5, 2019

1/6
Please reload

Perspectivas de retomada econômica geram otimismo para a Zero Grau

October 13, 2016

 Foto: Dinarci Borges

 

 

As perspectivas de retomada econômica para 2017 têm gerado otimismo entre lojistas e expositores para as vendas durante a Zero Grau -  Feira de Calçados e Acessórios. O evento será realizado nos dias 21, 22 e 23 de novembro, na cidade de Gramado (RS), e é o momento em que a indústria apresentará ao varejo as coleções para o outono e o inverno de 2017. Os pedidos gerados durante a feira devem garantir a produtividade das fábricas nos primeiros meses do ano que vem.

 

Depois de passar por uma recessão, a economia brasileira dá mostras de que está em recuperação. A inflação, que vinha crescendo a cada mês, teve no último mês de setembro o menor patamar desde 1998. A perspectiva é que 2017 seja um ano de crescimento do Produto Interno Bruto, depois de dois anos em que a economia brasileira encolheu. As projeções de aumento do PIB para o ano que vem prevêm um crescimento entre 1,2 e 1,6%.

 

A Zero Grau reúne cerca de 300 expositores. Juntos eles são responsáveis pelo desenvolvimentos e produção dos calçados e acessórios de mais de 1500 marcas. Algumas das principais grifes brasileiras estarão nos corredores do Serra Park, com indústrias responsáveis por significativo número de empregos. “Esse momento de retomada deve ser refletivo na feira. O lojista deve se preparar para as vendas do inverno, garantindo seus pedidos”, ressalta o diretor da Merkator Feiras e Eventos, promotora da feira, Frederico Pletsch.

 

A expectativa da indústria é garantir a produtividade das fábricas em um período considerado de menos volume, os primeiros três meses do ano. Isso significa garantir a rentabilidade e também os empregos de uma indústria intensiva no uso de mão de obra. “Um resultado positivo na Zero Grau será fundamental para a indústria, que iniciará 2017 com uma perspectiva de crescimento que fará diferença em todo o ano”, ressalta Pletsch.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload